#3BREJAS para comprovar que cerveja combina com doce sim e combina muito

Selecionei três harmonizações clássicas, com cervejas que podem ser encontradas nos mercados de Marília, para vocês poderem testar também e nos dizer o que achou!

STOUT COM BROWNIE, duas coisas que já são maravilhosas separadas, imagine juntas. Escolhi uma dry stout inglesa, Fuller´s Black Cab, que é uma cerveja escura por conta do malte torrado que vai nela, ele proporciona aroma e sabor que remete a café e chocolate amargo. Essas notas torradas e achocolatadas encontradas na cerveja cria um laço de semelhança com o brownie, criando uma harmonia na união dos dois na boca.
Além disso, o brownie possui uma untuosidade que preenche a boca, já a cerveja possui um final seco que limpa essa sensação do brownie na boca tornando a experiência viciante.

FRUIT LAMBIC COM CHEESECAKE é outra experiencia divina. A Fruit Lambic é a Liefmans Kriek Brut, uma cerveja belga feita com cerejas, no paladar ela possui uma acidez bastante evidente.
Quando provamos a cerveja com a cheesecake, podemos reparar a combinação de sabores através da semelhança tanto na acidez quanto no sabor de fruta vermelha, que esta presente na cerveja e na geleia da cobertura.
Pra completar, a acidez da cerveja ajuda equilibrar a untuosidade da cheesecake, deixando essa degustação mais leve e harmônica.

IMPERIAL PORTER COM SORVETE DE CREME. Já que o sorvete é uma sobremesa extremamente gelada, escolhemos uma cerveja tão potente quanto: Imperial Porter da Tupiniquim, Floresta Negra.
Uma cerveja escura, que também possui sabor de café e chocolate, mas nesse caso a cerveja recebe adição de cacau, baunilha e framboesa. Potente também pelo teor alcoólico de 10%.
A torra do malte e o teor alcoólico equilibram o dulçor do sorvete, assim além do equilíbrio que faz com que a experiência não fique enjoativa, o sabor da framboesa fica muito mais evidente.

Por Júlia Leme

Leave your reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.